Área restrita

Notícias

Sustentabilidade no condomínio: 7 dicas para colocar em prática

Muito mais que um modismo, uma necessidade, a preocupação com a sustentabilidade vem alcançando todos os ambientes e tornando as pessoas mais conscientes quanto aos cuidados com o meio ambiente. Condomínios como locais de grande concentração de pessoas devem contar com uma correta gestão ambiental que trate com cuidado a sustentabilidade no condomínio.

Existem algumas ações simples de serem realizadas e que podem gerar grandes benefícios ambientais ao condomínio. Vamos ver algumas?

 

1. Coleta seletiva de lixo

Primeiramente, os moradores devem ser conscientizados para separar corretamente o lixo reciclável, lavando as embalagens e acondicionando o lixo em compartimentos distintos dos demais lixos. O condomínio poderá promover palestras para introduzir esta consciência. Coletores de lixo reciclável devem ser instalados para receber este material. O ideal é fazer uma parceria com uma empresa especializada em reciclagem para recolhimento e tratamento do lixo. Isto trará inclusive retorno financeiro ao condomínio.

2. Descarte do óleo de cozinha

O prejuízo que o descarte incorreto do óleo de cozinha causa ao ambiente quando atinge um rio é muito grande. Esta é mais uma ação que exige conscientização e conhecimento por parte dos moradores.

O óleo, depois de frio, deve ser acondicionado em garrafas PET e o condomínio deve determinar um local para coleta dessas garrafas. Neste caso, também, o melhor é firmar parceria com uma empresa que faça o recolhimento e tratamento destes resíduos.

3. Instalação de lâmpadas de LED

Além de benefícios ao meio ambiente, a instalação ou substituição das lâmpadas convencionais por LED, traz muita economia ao condomínio. O investimento inicial pode ser um pouco alto, mas é rapidamente compensado pela queda no valor da conta de energia elétrica.

4. Sensores de presença

Manter uma luz acesa dentro do elevador representa segurança para quem o utiliza, mas também um alto custo de energia elétrica. A substituição por lâmpadas de LED no interior do elevador proporciona um ganho na economia.

Além disso, a instalação de sensor de presença evitará que a luz fique acesa 24 horas e gerará uma economia ainda maior, pois a luz acenderá somente quando alguém estiver utilizando o elevador. Este sensor pode também ser instalado em corredores, acessos e garagens, evitando que as luzes fiquem acesas durante toda a noite.

5. Diminuição do consumo com refrigeração

Estruturas que absorvem muito o calor do sol acabam deixando os ambientes aquecidos por muito mais tempo. No verão, isto significa aumento expressivo na conta de energia elétrica.

O condomínio deve buscar alternativas que diminuam este tipo de ocorrência, no caso de revestimentos e impermeabilizações. Uma excelente alternativa é utilizar a Solução 100% Silicone da Fibersals que proporciona (na cor branca) a diminuição de até 35% no consumo de energia com refrigeração (além de acabar com as infiltrações, oferecendo garantia de 15 anos).

6. Controle hidráulico

Evitar desperdício de água faz parte da gestão ambiental. Por isso, é tão importante manter uma inspeção hidráulica constante no condomínio.

O relógio que controla o consumo deve ser verificado todos os dias para detectar qualquer alteração. Também devem ser observados e corrigidos de imediato quaisquer problemas de vazamentos, seja no interior das unidades ou nas áreas comuns. A instalação de hidrômetros nas unidades também é uma forma de controlar e detectar eventuais desperdícios de água. 

7. Evitar entulhos de reformas

Obra normalmente traz algum tipo de desconforto. Quando o assunto é entulho, pior ainda. Além da sujeira e transtorno que traz ao condomínio, muitas vezes não é fácil encontrar quem faça coleta e tratamento deste tipo de material.

Uma solução é buscar por uma empresa que, em suas obras, utilize sistemas que não originem grandes quantidades de entulho, como por exemplo, os sistemas de impermeabilização oferecidos pela Fibersals. Com eles, não é necessário quebrar o piso para realizar a nova impermeabilização.

Além disso, a Fibersals é responsável pelo lixo classificado gerado durante a impermeabilização, fazendo o descarte ambientalmente correto, sem que o síndico precise se preocupar com o descarte de resíduos químicos conforme o requerido pela legislação.

Gestão ambiental na prática

Estas foram algumas dicas para realizar a gestão ambiental no condomínio. Cabe ao síndico e moradores se unirem na busca por mais soluções que promovam a sustentabilidade, utilização correta de recursos e economia dentro do condomínio. Com esses cuidados todos saem lucrando, o meio ambiente agradece e os condôminos ficam com a consciência de que, além de economia, estão tendo ganhos com a preservação da natureza.

Fonte: FiberSals